Permita-se




Somos um verdadeiro arquivo vivo de cada instante de nossas existências.

Não raramente, nos perguntamos "porque determinada situação só acontece comigo?" 

A resposta está em suas próprias memórias e seus condicionamentos conscientes e inconscientes.

Existem situações que não conseguimos compreender, pois esquecemos naturalmente alguns fatos e outros não notamos. Trazemos arquivos semi abertos, esperando as situações oportunas para se manifestarem.  Nesses registros, muitos são renovados com comportamentos mais aprimorados que adotamos naturalmente pela vida, outros necessitam de alguma interação mais efetiva.

A reprogramação bioenergética quântica é um trabalho poderoso, onde podemos trabalhar várias áreas das nossas vidas, detectando as mais diversas situações, permitindo anular e transmutar tudo o que de nocivo for encontrado.
Após o trabalho desenvolvido, a pessoa passa por um processo consciente ou não de processamento dos ajustes efetuados. O tempo de processamento é relativo, pois depende do ritmo e da vontade de cada um. 
As energias manipuladas surtem resultados muito efetivo, detectando e invertendo a polaridade de cada padrão que se repete de forma prejudicial em nossa vida, retirando verdadeiramente o que está sendo a fonte de 
desequilíbrio. 

Um pouco do que se pode tratar com a reprogramação bioenergética quântica

Bloqueios físicos, mentais e energéticos
Problemas afetivos
Problemas de saúde
Problemas financeiros
Problemas profissionais
Problemas nos negócios
Problemas familiares
Problemas com energias nocivas 
Desequilíbrios dos chakras
Limpeza e cura de espaços físicos
Reprogramação metafísica do DNA
Remoção de padrões de medo, culpa, vergonha e outros 
Reprogramação com códigos de Paz, Saúde, Luz e Harmonia
Elevação do padrão vibracional e do nível de energia vital
Elevação da autoestima e da autoconfiança

Atendimentos presenciais e a distância.

Mais informações sobre investimentos e agenda, entre em contato eternagratidao@gmail.com ou silvana.rangel@terra.com.br

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário