Prepare emocionalmente seu filho para o futuro




Muitos de nós conhecemos pelo menos uma família desestruturada, onde o diálogo respeitoso não existe. Muitas vezes fazemos parte de um grupo familiar com essas características, onde os membros da família se comunicam através de gritos, ofensas e palavras depreciativas, não há tolerância, a indiferença prevalece nos momentos de dor e as emoções nunca foram gerenciadas.

Uma pessoa com a inteligência emocional é capaz de ficar "no eixo" em qualquer situação. 
Naturalmente que ela pode sentir-se irritada ou incomodada, mas é a maneira como reagimos aos acontecimentos que define nosso controle ou não sobre nossas emoções.

Gerenciar nossa comunicação e nos colocar no lugar do outro, são aspectos que devemos considerar para o desenvolvimento da inteligência emocional.
O papel dos pais é essencial na formação dos filhos, afinal, são os primeiros a nos apresentar ao mundo. Cada adulto deve ser capaz de desenvolver sua inteligência emocional, que servirá como exemplo, no desenvolvimento físico, psicológico e emocional saudável das crianças.

Como as crianças expressam inteligência emocional
Em termos gerais, existem alguns "sinais" que indicam que uma criança está desenvolvendo sua inteligência emocional saudável.
• Tendem a interagir de forma espontânea e positiva com pessoas de todas as idades
• Expressam alegria e entusiasmo
• Estão dispostos a "ouvir" e considerar opiniões diferentes das suas
• Expressam suas emoções de forma natural e espontânea
• É capaz de expressar, interagir e até discordar (respeitosamente)
• Sabe "gerir" melhor sua impulsividade
• Consegue resolver situações-problema com bastante facilidade (desde que estejam ao alcance, é claro).

Vale ressaltar que cada criança é diferente, com características próprias, mas se você ver em seu filho essas atitudes, continue com a maneira como alimenta as emoções dele. Caso contrário, talvez seja hora de repensar alguns aspectos dentro da família, que podem estar afetando o emocional do seu filho. É importante não se auto condenar, todos nós cometemos erros, mas também é verdade que todos podemos melhorar.

Sugiro que você comece a praticar uma comunicação saudável, sendo mais paciente e carinhoso com as pessoas e principalmente com todos os membros da família. Num primeiro momento, as mudanças podem ser um pouco difíceis e, no caso de conflitos maiores, muito difíceis de lidar, neste caso, é aconselhável consultar uma terapeuta qualificada.

Todas as crianças merecem crescer em uma família onde existe respeito, amor, entendimento e ferramentas para o desenvolvimento da inteligência emocional, para que estejam aptas a enfrentar qualquer situação com equilíbrio.

Estas dicas podem ajudá-la, entretanto, se perceber que precisa de acompanhamento profissional, entre em contato: silvana.rangel@terra.com.br 11 94732 4154

Silvana Rangel
CRT 43644

Seja o primeiro a comentar!

Postar um comentário